REABILITAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA

Reabilitação mental e psicossocial em casos de déficits cognitivos derivados de quadros neurológicos e/ou psiquiátricos.

Estamos sempre trabalhando na ampliação de nosso atendimento: agora com a reabilitação neuropsicológica. 

Trata  do processo de recuperação de déficits mentais, físicos e sociais decorrentes de danos neurológicos ou psiquiátricos, ou na redução de seus efeitos. Para isso, são utilizados procedimentos e técnicas advindos de teorias e metodologias das Neurociências e da Psicologia, com o objetivo de tornar os pacientes e suas famílias capacitados a conviver, manejar, ultrapassar e/ou reduzir os impactos desses acometimentos em suas vidas. A terapêutica é definida em termos de aproveitamento das funções preservadas, de estratégias compensatórias para a resolução de problemas do cotidiano, aquisição de novas habilidades, funcionalidade, ajuste emocional e inserção social (profissional, acadêmica, afetiva).

Alguns autores estabelecem uma distinção entre reabilitação e habilitação neuropsicológicas, entendendo que o primeiro é direcionado à melhoria de quadros pós-lesão cerebral, ou seja, focado na recuperação de perdas cognitivas e comportamentais consecutivas de patologias ou sinistros, como AVC (acidente vascular cerebral), doença de Alzheimer ou traumatismo craniano, por exemplo. Já a habilitação, nesse caso, é definida como um tratamento estimulatório para a aquisição e desenvolvimento de habilidades cognitivas, motoras e comportamentais que não foram ainda adquiridas pela pessoa ou que se encontra em desempenho deficitário em decorrência de acometimentos congênitos (pré, peri ou neonatais) ou de transtornos cognitivos (problemas de memória, atenção etc.) que sucedem, por exemplo, a alguns transtornos mentais, como depressão e ansiedade.  Nessas situações, o tratamento também abarca os déficits cognitivos e afetivos juntamente às metas funcionais do cotidiano (inclusive acadêmicas/profissionais). A terapêutica é baseada no desenvolvimento das funções cerebrais considerando os diferentes estágios do desenvolvimento psicológico, tendo a estimulação cognitiva como uma importante aliada.

Outros autores se referem a ambas -- habilitação e reabilitação -- de forma indistinta, considerando as especificidades no âmbito terapêutico de cada caso em particular.

De qualquer modo, em ambas nossas possibilidades terapêuticas se ampliam. Suas bases teóricas e metodológicas permitem o desenvolvimento individualizado de terapias para melhoria do potencial físico, mental e social, possibilitando a (re)integração social e uma boa evolução na qualidade de vida, tanto do paciente como daqueles com quem convive.

  Trata-se de uma área em profundo crescimento, graças à evolução de técnicas diagnósticas e terapêuticas promovidas pelos avanços tecnológicos da neuroimagem, pela consolidação da base teórica transdisciplinar e das pesquisas em plasticidade neural. 


 

R. Mal. Deodoro, 2722 - Centro, São Carlos - SP, 13560-200, Brasil

Copyright © 2018  Efficiens (efficiens.com.br)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now